A violência doméstica contra a mulher e o acesso das v´ítimas à justiça em tempos de pandemia de Covid-19

Palavras-chave: pandemia, violência doméstica, vítimas, acesso à justiça

Resumo

A Lei 11.340/2006 (Lei Maria da Penha) completou 14 anos, em 7 de agosto de 2020, em plena pandemia de Covid-19 na qual o isolamento social foi adotado majoritariamente pelos governos para conter o avanço do vírus. Considerada inovadora à época, a Lei prevê mecanismos para coibir e prevenir a violência doméstica e familiar contra a mulher, contudo esses mecanismos não sido suficientes para conter a onda de violência que assola os lares brasileiros em meio à pandemia e apenas nos 4 primeiros meses de 2020 as denúncias aumentaram 14,1% em relação ao ano anterior. Partindo dessa constatação, o presente artigo pretende analisar o impacto das medidas de isolamento e as crescentes denúncias bem como o acesso das vítimas ao Judiciário brasileiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bianca Rodrigues do Nascimento, Defensoria Pública do Distrito Federal

Bacharelado em Direito (Instituto Camillo Filho). Pós-graduação em direito do consumidor (Universidade Anhaguera - UNIDERP)

Referências

BARCELLOS, Ana Paula de. A eficácia jurídica dos princípios constitucionais: o princípio da dignidade da pessoa humana. 3 ed. Rio de Janeiro: Renovar, 2011.

BATELLA, Wagner; MASCARENHAS, Marcelo Aleixo; CATÃO, Rafael de Castro. Violência doméstica durante a pandemia de covid-19 em Juiz de Fora – MG. Disponível em: <http://imesc.ma.gov.br/src/upload/publicacoes/dd65b091abc96725715f6d9619dede70.pdf>. Acesso em 6/5/2021.

BARROSO, Luís Roberto. Curso de direito constitucional contemporâneo: os conceitos fundamentais e a construção do novo modelo. 9. ed. São Paulo: Saraiva Educação, 2020.

CAPPELLETTI, Mauro. O acesso à justiça e a função do jurista em nossa época. Revista de Processo, São Paulo, n. 61, p. 144-160, 1991;

CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA. Com mais de 366 mil videoconferências, Justiça eleva produtividade na pandemia. Disponível em: <https://www.cnj.jus.br/com-mais-de-366-mil-videoconferencias-justica-eleva-produtividade-na-pandemia>. Acesso em 7/5/2021;

DIOGO, Darcianne. Diariamente, 43 mulheres são vítimas de violência doméstica no DF. Disponível em: < https://www.correiobraziliense.com.br/cidades-df/2021/05/4921497-diariamente-43-mulheres-sao-vitimas-de-violencia-domestica-no-df.html>. Acesso em 6/5/2021.

FERREIRA, Ryldson Martins. Mínimo existencial, Acesso à Justiça e Defensoria Pública: algumas aproximações. Disponível em:< https://sisbib.emnuvens.com.br/direitosegarantias/article/view/403/165>. Acesso em 7/5/2021.

FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Violência Doméstica Durante a Pandemia de COVID-19 – Nota Técnica (Ed.2), 2020b. Disponível em: <https://forumseguranca.org.br/wp-content/uploads/2020/06/violencia-domestica-covid-19-ed02-v5.pdf>. Acesso em 6/5/2021.

JÚNIOR, Edison Miguel da Silva. Lei Maria da Penha: Conduta Baseada no Gênero. Disponível em: <http://tmp.mpce.mp.br/nespeciais/promulher/artigos/lei_maria_da_penha__conduta_baseada_no_genero.pdf>. Acesso em 5/5/2021.

KELSEN, Hans. Teoria Pura do Direito. 6.ed. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

INSTITUTO MARIA DA PENHA. Mitos da Violência Doméstica. Disponível em: <https://www.institutomariadapenha.org.br/violenciadomestica/o-que-e-violencia-domestica.html>. Acesso em 6/5/2021.

LENZA, Pedro. Direito Constitucional Esquematizado. São Paulo: Saraiva, 2020.

MARTINS, Andréa Maria Eleutério de Barros Lima; FONSECA, José Ronivon; MOURA, Rafael Soares Duarte de; GUSMÃO, Maria Suely Fernandes; NEVES, Patrícia de Cássia Vieira; RIBEIRO, Ludmila Godinho; SILVA, Patrick Leonardo Nogueira da; MARQUES, Ana Clara Rodrigues. Violência contra a mulher em tempos de pandemia da Covid-19 no Brasil: Revisão narrativa de literatura. Disponível em: < http://revistaenfermagematual.com.br/index.php/revista/article/view/828/679>. Acesso em 7/5/2021.

MARTINS, Tiago do Carmo. Acesso à Justiça e pandemia. Revista Jus Navigandi, 2020. Disponível em: <https://jus.com.br/artigos/88048>. Acesso em 5/5/2021;

OLIVEIRA, Débora; OLIVEIRA, Pedro; ROCHA, Fabiana; DIAZ, Maria Dolores Montoya; PEREDA, Paula. Covid-19, isolamento social e violência doméstica: evidências iniciais para o Brasil. Disponível em: < https://www.anpec.org.br/encontro/2020/submissao/files_I/i12-18d5a3144d9d12c9efbf9938f83318f5.pdf>. Acesso em 6/5/2021;

PACHECO, Rodrigo Baptista Pacheco; SILVA, Franklyn Roger Alves; AZEVEDO, Júlio; ESTEVES, Diogo. O Dia da Defensoria durante a pandemia. Disponível em: <https://www.conjur.com.br/2020-mai-19/opiniao-dia-defensoria-durante-pandemia>. Acesso em 7/5/2021.

PAULO, Vicente. ALEXANDRINO, Marcelo. Direito constitucional descomplicado. 12ª ed. São Paulo: Método, 2014;

WATANABE, Kazuo. Acesso à Justiça e sociedade Moderna, in Participação e processo. São Paulo: RT, 1988;

SECCO, Márcio; WAGNER, Juliana Mendes de Oliveira; CARDOSO, Vanderlei José. O aprimoramento das instituições como garantia do efetivo acesso à justiça. Rio de Janeiro: Quaestio Iuris, 2018.

SARLET, Ingo Wolfgang; ROSA, Taís Hemann da. Breves notas sobre a dogmática do mínimo existencial no direito brasileiro. Disponível em: < https : / / dialnet . unirioja . es / descarga / articulo/5662361.pdf>. Acesso em 8/5/2021;

SEIXAS, Bernardo Silva de; SOUZA, Roberta Kelly Silva. Evolução histórica do acesso à justiça nas constituições brasileiras. Disponível em: < http://www.periodicos.ulbra.br/index.php/direito/article/download/2660/1883>. Acesso em 5/5/2021;

SIQUEIRA, Dirceu Pereira; LARA, Fernanda Corrêa Pavesi; LIMA, Henriqueta Fernanda C.A.F. Acesso à Justiça em Tempos de Pandemia e os Reflexos nos Direitos da Personalidade. Disponível em: <https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/rfduerj/article/download/51382/36901>. Acesso em 5/5/2021.

STÖCKL, Heidi; DEVRIES, Karen; ROTSTEIN, Alexandra; ABRAHAMS, Naeemah; CAMPBELL, Jacquelyn; WATTS, Charlotte. The global prevalence of intimate partner homicide: a systematic review. Lancet. Disponível em: <https://doi.org/https://doi.org/10.1016/S0140-6736(13)61030-2>. Acesso em 6/5/2021;

STATISTICS CANADA. Impacts of COVID-19 on Canadians: First results from crowdsourcing. Disponível em: <https://www150.statcan.gc.ca/n1/daily-quotidien/200423/dq200423a-eng.htm>. Acesso em: 6/5/2021;

SUÍÇA. Global Rapid Gender Analysis for Covid-19. Disponível em: <https://www.careinternational.org/files/files/Global_RGA_COVID_RDM_3_31_20_FINAL.pdf>. Acesso em: 6/5/2021.

TAVARES, André Ramos. Curso de direito constitucional. 18. ed. São Paulo: Saraiva Educação, 2020;

VIEIRA, Pâmela Rocha; GARCIA, Leila Posenato; MACIEL, Ethel Leonor Noia. Isolamento social e o aumento da violência doméstica: o que isso nos revela?. Disponível em: < https://www.scielosp.org/article/rbepid/2020.v23/e200033/>. Acesso em 7/5/2021.

Publicado
2021-10-13
Como Citar
Nascimento, B. R. do. (2021). A violência doméstica contra a mulher e o acesso das v´ítimas à justiça em tempos de pandemia de Covid-19. Revista Da Defensoria Pública Do Distrito Federal, 3(2), 105-123. Recuperado de http://revista.defensoria.df.gov.br/revista/index.php/revista/article/view/126